Emílio Odebrecht isenta filho de participação na reforma do sítio em Atibaia

  • Por Jovem Pan
  • 16/06/2018 09h18
Agência BrasilEmílio isenta o filho Marcelo Odebrecht, dizendo que a relação com o ex-presidente nunca contou com nenhuma interferência do filho

O empresário Emílio Odebrecht escreveu uma carta ao juiz Sérgio Moro afirmando que competia a ele a responsabilidade nas obras do Sítio de Atibaia, atribuído a Lula.

Emílio isenta o filho Marcelo Odebrecht, dizendo que a relação com o ex-presidente nunca contou com nenhuma interferência do filho.

O documento foi anexado no processo em que Lula é acusado de se beneficiar de reformas feitas no no sítio.

As empreiteiras Odebrecht e OAS e o pecuarista José Carlos Bumlai teriam investido mais de R$ 1 milhão no empreendimento.

Emílio afirma que as ‘benfeitorias no Sítio de Atibaia foram realizadas’ por autorização dele ‘sem qualquer participação de Marcelo.

O ex-presidente é réu no processo, pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

De acordo com o Ministério Público Federal, Lula teria estruturado, orientado e comandado esquema ilícito de pagamento de propina em benefício de partidos, políticos e funcionários públicos.

Atualmente Lula está preso em Curitiba, condenado a 12 anos e um mês de prisão no cado do tríplex no Guarujá.

O petista cumpre pena desde 7 de abril na sede da Polícia Federal em Curitiba.

*Com informações do repórter Afonso Marangoni