Governo propõe 40 anos de contribuição para direito a aposentadoria integral

  • Por Jovem Pan
  • 04/02/2019 17h26
Agência Brasil/ArquivoProposta do governo que aumentar tempo de contribuição para 40 anos

A proposta da reforma da Previdência que o governo apresentará ao Congresso prevê o mínimo de 40 anos de contribuição para o recebimento de 100% do benefício. As informações foram obtidas pelo jornal “O Estado de S. Paulo”.

De acordo com o jornal, o tempo mínimo de contribuição ao INSS será de 20 anos. Quem se aposentar após este período, receberá 60% da aposentadoria. A cada ano de contribuição, o percentual subirá 2%, chegando a 100% em 40 anos.

Atualmente, o tempo mínimo de contribuição para a aposentadoria é de 15 anos. Para isso, o contribuinte deve ter pelo menos 65 anos (para homens) ou 60 anos de idade (para mulheres). A nova proposta prevê a eliminação da aposentadoria por idade.

O governo deve apresentar a proposta da reforma da Previdência neste mês. Em uma carta enviada ao Congresso nesta segunda-feira (4), o presidente Jair Bolsonaro afirmou que a nova Previdência será um “grande impulso”. “Ao transformar a Previdência, começamos uma grande mudança no Brasil. A confiança sobe, os negócios fluem, o emprego aumenta. E eis que se inicia um círculo virtuoso na economia. Não tenham dúvida disso!”, prometeu.