Haddad visitará Lula na prisão pela primeira vez após eleições

  • Por Jovem Pan
  • 06/11/2018 19h30
Divulgação/Ricardo StuckertHaddad havia deixado de visitar Lula durante campanha no segundo turno

Derrotado na disputa pelo Palácio do Planalto, Fernando Haddad (PT) vai visitar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pela primeira vez desde o segundo turno das eleições nesta quarta-feira (7). O líder petista cumpre pena por corrupção passiva e lavagem de dinheiro em Curitiba (PR).

Haddad se reuniu durante horas com a presidente nacional do partido, Gleisi Hoffmann, na segunda (5), em São Paulo. O tema foi o futuro do ex-ministro da Educação e ex-prefeito de São Paulo. Ele vai ocupar o papel de líder de oposição ao presidente Jair Bolsonaro (PSL).

A discussão do Partido dos Trabalhadores é como Haddad cumprirá a função, já que ele não está em nenhum dos três poderes brasileiros. A hipótese de assumir a presidência do PT em julho, quando termina o mandato de Gleisi, é tida como remota por interlocutores.

O final deste ano deve ser marcado por uma agenda de viagens, algo que Haddad deve continuar fazendo ao longo do ano que vem. Em cenário que com partidos de esquerda formando bloco sem o PT, a articulação do partido deve ser o principal tema da conversa com Lula.

Lula avalia que Haddad saiu ‘maior’ da eleição

O ex-presidente disse a advogados que foram visitá-lo na semana passada que Fernando Haddad saiu da disputa maior do que entrou. Lula prevê que somente após o carnaval será possível enxergar a verdadeira “cara” do governo de Bolsonaro e traçar uma estratégia de oposição.

De acordo com o petista, o presidente eleito “não vai ser no governo a mesma pessoa que foi na campanha”. O ex-presidente espera que o sistema institucional de pesos e contrapesos imponha limites à atuação de Bolsonaro. O PT pretende preparar um plano de “longo prazo”.

*Com informações do Estadão Conteúdo