Líder da CUT se reúne com Mourão e critica reforma da Previdência

  • Por Jovem Pan
  • 07/02/2019 16h20
Felipe Rau/Estadão ConteúdoNo encontro, contou, Mourão sugeriu que o debate deve ser feito no Congresso Nacional

O presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Vagner Freitas, se reuniu nesta quinta-feira (7) com o vice-presidente da República, Hamilton Mourão, e afirmou que vai realizar assembleia nacional no dia 20 de fevereiro para organizar atos manifestações de “resistência” contra a reforma da Previdência, uma das prioridades do governo.

Depois de sair do encontro, que aconteceu no Palácio do Planalto, em Brasília, Freitas disse considerar que o texto preliminar da proposta – que vazou à imprensa – “retira direitos”. Em novembro, ele disse que não reconheceria Jair Bolsonaro como presidente. Depois, voltou atrás e afirmou que procuraria o governo para negociar interesses de trabalhadores.

No encontro, contou, Mourão sugeriu que o debate deve ser feito no Congresso Nacional. A reunião foi solicitada pela CUT e pelo Sindicato dos Metalúrgicos do Grande ABC – que fica na região metropolitana de São Paulo – quando o general estava interinamente na presidência da República em decorrência de cirurgia para reconstrução do intestino de Bolsonaro. O encontro, contudo, acabou adiado para esta semana.

 

*Com informações do Estadão Conteúdo