Mourão defende aborto: ‘Trata-se de uma decisão da pessoa’

  • Por Jovem Pan
  • 01/02/2019 10h14
Agência BrasilPara o vice-presidente, Hamilton Mourão, a mulher teria que ter a liberdade de dizer que precisa fazer um aborto

O vice-presidente da República, general Hamilton Mourão, defendeu que o aborto seja uma opção da mulher. “Minha opinião como cidadão, não como membro do governo, é de que se trata de uma decisão da pessoa”, afirmou ao jornal O Globo desta sexta-feira (1°).

De acordo com ele, a questão do aborto precisa ser “bem discutida”. “Você tem aquele aborto onde a pessoa foi estuprada, ou a pessoa não tem condições de manter aquele filho. Então talvez aí a mulher teria que ter a liberdade de chegar e dizer ‘preciso fazer um aborto'”, continou ele.

A respeito das questões de gênero, Mourão disse que é preciso tratar o tema como “uma questão de saúde pública”. “Doenças sexualmente transmissíveis são uma questão de saúde pública.”

Mourão também falou sobre seu estilo diferente do presidente Jair Bolsonaro. “Cada um de nós tem o seu estilo de agir. O presidente Bolsonaro tem o estilo dele, característico. Ele construiu uma vida política de 30 anos em cima disso aí”, afirmou.

De acordo com o vice-presidente, ele ocupou funções que exigiram que ele lidasse com diferentes tipos de pessoas. “Não é uma questão de um é o antípoda do outro, como fica querendo ser caracterizado. Muito pelo contrário. Ele tem uma experiência e eu tenho outra, que se retrata depois na forma como a gente conduz”, concluiu.

Interinidade

Mourão esteve à frente do país enquanto o presidente Jair Bolsonaro se recuperava da cirurgia à qual se submeteu na última segunda-feira (28) para refazer o trânsito instestinal e retirar a bolsa de colostomia que usava desde setembro, quando levou uma facada em Juiz de Fora (MG).

Bolsonaro reassumiu o cargo na última quarta-feira (30).