Nova Previdência pode gerar economia de 1,2 trilhão, segundo governo

  • Por Jovem Pan
  • 25/04/2019 13h10
Ernesto Rodrigues/Estadão ConteúdoProposta da reforma passou na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara na última terça (23) após 9 horas de sessão por 48 votos a favor e 18 contra

O Ministério da Economia divulgou, nesta quinta-feira (25), que a economia prevista pelo governo com a reforma da Previdência pode chegar a R$ 1,236 trilhão em 10 anos.

Segundo a pasta, o impacto de mudanças na aposentadoria rural será de R$ 92,4 bilhões, e a urbana, R$ 743,9 bilhões, em 10 anos. No Benefício de Prestação Continuada (BCP), as mudanças renderiam R$ 34,8 bilhões, e no abono salarial, R$ 169,4 bilhões.

A divulgação dos números acontece depois de uma polêmica envolvendo o sigilo decretado pelo ministério. A recusa em compartilhar dados detalhados antes da votação na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara provocou a insatisfação em alguns parlamentares, que tentaram adiar a tramitação. Mesmo assim, a proposta da reforma passou na última terça (23) após 9 horas de sessão por 48 votos a favor e 18 contra.

Na manhã de hoje, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, anunciou que o deputado Marcelos Ramos (PR-AM) vai presidir a comissão especial que lidará com o mérito do texto antes que ele vá ao plenário. O relator do texto será o deputado Samuel Moreira (PSDB-SP). O colegiado ainda escolherá seus 49 membros titulares e seus respectivos suplentes.