Onyx pede ajuda a aliados para ‘blindar’ ministro no plenário

  • Por Jovem Pan
  • 15/05/2019 16h37
Estadão ConteúdoEm reunião na Casa Civil, Onyx pediu ajuda ao MDB para blindar Abraham, com receio de que ele seja atacado não apenas pela oposição, mas também por partidos do Centrão

O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, montou nesta quarta-feira, 15, uma espécie de tropa de choque para defender o titular da Educação, Abraham Weintraub, no plenário da Câmara.

Em reunião na Casa Civil, Onyx pediu ajuda ao MDB para blindar Abraham, com receio de que ele seja atacado não apenas pela oposição, mas também por partidos do Centrão. “Eu vou defender o ministro”, disse o deputado Darcísio Perondi (MDB-RS), que vai fazer perguntas para Weintraub. “Vamos mostrar que o contingenciamento de verbas não é corte de recursos. É apenas suspensão. Todos os governos fazem isso e, até agora, a pasta que menos cortou despesas foi a da Educação.”

Na terça, Weintraub, afirmou que a sua convocação para uma sabatina na Câmara dos Deputados seria uma oportunidade de mostrar a “hipocrisia e a falsidade” do debate. “Quero agradecer ao Congresso pelo convite, é muito importante para acabar de vez a narrativa falsa criada”, disse Weintraub.

Para o líder do PSL na Câmara, Delegado Waldir (GO), Weintraub não precisa de apoio no plenário. “O próprio ministro pode se defender. Ele é extremamente capacitado e preparado. Vai deitar e rolar aqui”, comentou Delegado Waldir. O PSL é o partido do presidente Jair Bolsonaro e, com 54 deputados, é a segunda maior bancada, atrás do PT.

*Com informações do Estadão Conteúdo.