Pesquisa encomendada pela CUT põe Lula em primeiro para 2018

  • Por Jovem Pan
  • 17/11/2017 10h07
Montagem / Estadão Conteúdo / Agência CâmaraLula cai e Bolsonaro cresce nas intenções de voto da pesquisa CUT/Vox Populi

Uma pesquisa encomendada pela Central Única de Trabalhadores (CUT) ao Instituto Vox Populi entre 27 e 30 de outubro, e divulgada nesta sexta-feira (17), mostra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva liderando todos os cenários de intenção de votos, em primeiro e segundo turno, na corrida pelo Palácio do Planalto em 2018, mas em cenário de queda. Foram ouvidos 2 mil pessoas em 118 cidades. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais.

Lula aparece com 42% das intenções de voto no primeiro turno com Geraldo Alckmin como candidato pelo PSDB. A pesquisa mostra, no entanto, que o petista perdeu 5% das intenções de julho, quando fora realizado o levantamento anterior, até outubro. Antes o Vox Populi apontava para 47% das intenções a Lula.

Quem cresceu no cenário mais recente, no entanto, foi o deputado federal Jair Bolsonaro (PSDC-RJ). Ele passou de 13% das intenções de voto em julho para 16% em outubro, de acordo com o Vox Populi.

A ex-senadora Marina Silva (Rede) aparece em terceiro com 7% das intenções de voto, mantendo-se estável em relação à pesquisa anterior, assim como o governador Geraldo Alckmin (PSDB), com 5% e Ciro Gomes, com 4%. Álvaro Dias (Podemos) e Luciana Genro tiveram 1%. A pesquisa coloca ainda entre os presidenciáveis o presidente Michel Temer (PMDB), que pontuou 1% no levantamento anterior e agora ficou zerado.

Responderam “ninguém” ou que vão votar branco ou nulo 15% dos entrevistados. Não sabem ou não responderam 8% dos entrevistados.

Luciano Huck

No cenário com o apresentador da TV Globo Luciano Huck, ele aparece apenas com 2% das intenções de voto. Pouco muda na pontuação dos outros pré-candidatos. O nome de Huck passou a ser ventilado mais fortemente como pré-candidato mais recentemente, em novembro, após a realização da pesquisa.

Doria

No cenário com o prefeito João Doria (PSDB) pouco muda de acordo com o Vox Populi. Doria ficaria com 3%, sendo ultrapassado por Ciro Gomes.

Segundo turno

A pesquisa coloca Lula vencedor em todos os cenários de segundo turno: contra Bolsonaro (49% a 21%, com 23% de brancos ou nulos), contra Marina Silva (48% a 16%, com 27% de brancos ou nulos), contra Alckmin (50% a 14%), Doria (51% a 14%) e Huck (50% a 14%).

Ausência

Como faz quase um mês que a pesquisa foi realizada, o instituto não colocou nos cenários a pré-candidata anunciada pelo PCdoB, que por muito tempo foi aliado do PT, Manuela d’Ávila. Parte dos próprios comunistas criticaram o lançamento da candidatura, que poderia dividir a esquerda.

Outra ausência nos números divulgados pela Carta Capital é uma alternativa do PT caso Lula fique inelegível. O ex-presidente foi condenado a mais de nove anos de prisão pelo juiz Sergio Moro no caso de propina da empreiteira OAS por meio do triplex do Guarujá e aguarda julgamento em segunda instância.

Rejeições

Segundo o Vox Populi, a rejeição a Lula é de 39% (51% no sudeste e 20% no nordeste), enquanto os que não votariam em Bolsonaro alcançam 60%. Para o instituto Doria e Alckmin somam 72% de rejeição cada. Luciano Huck é rejeitado por 66% segundo o Vox Populi.

Diferença com o Ibope

A mais recente pesquisa Ibope divulgada, realizada poucos dias antes do levantamento CUT/Vox Populi mostra números menores para Lula, com 35% a 36% das intenções.