Previdência: idade para aposentadoria será de 65 anos para homens e 62 para mulheres

  • Por Jovem Pan
  • 14/02/2019 17h26
Lucio Tavora/Estadão ConteúdoDF - MARINHO/BRASÍLIA - POLÍTICA - O Secretário de Previdência, Rogério Marinho, chega no Ministério da Fazenda, em Brasília (DF), para reunião com o ministro Paulo Guedes, na tarde desta terça-feira (5). 05/02/2019 - Foto: LUCIO TAVORA/AGÊNCIA TEMPO/ESTADÃO CONTEÚDO

O secretário especial da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Rogério Marinho, afirmou nesta quinta-feira que o presidente Jair Bolsonaro chegou a uma decisão sobre a proposta para a reforma da previdência que será apresentada no Congresso Nacional. A idade mínima ficará estabelecida em 65 anos para os homens e 62 para as mulheres.

A fala do secretário aconteceu logo após uma reunião de quase duas horas com o presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Economia, Paulo Guedes. Ainda de acordo com Marinho, essa idade mínima só será atingida após um período de transição de 12 anos.

De acordo com Marinho, “o detalhamento” da proposta será feito no dia 20 de fevereiro. “Eu não vou entrar em detalhes agora”, disse.  “O presidente queria idade de 65 [anos para homens] e 60 anos [para mulheres] e uma transição bem mais longa”, contou Marinho. Entretanto, ele foi convencido pela equipe econômica a seguir as idades que foram incluídas na proposta. “Hoje o presidente diante das informações que recebeu tomou a decisão final. O texto está pronto”, finalizou o secretário.

O encontro ocorreu no Palácio da Alvorada e contou ainda com a participação dos ministros-chefes da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, e da Secretaria de Governo, Carlos Alberto dos Santos Cruz. Também participaram o líder do governo na Câmara, Major Vitor Hugo (PSL-GO), o subchefe de Assuntos Jurídicos da Casa Civil, Jorge Oliveira, o secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, seu adjunto, Bruno Bianco, e o secretário de Previdência do Ministério da Economia, Leonardo Rolim.

Bolsonaro disse na quarta-feira à Record que bateria nesta quinta o martelo sobre a proposta. Um dos impasses é em relação à idade mínima de aposentadoria. A minuta trazia uma proposta de idade mínima igual de 65 anos para homens e mulheres, mas o presidente tinha resistências. A equipe econômica, porém, vem tentando fazer o convencimento com dados mostrando que a diferença salarial entre os mais jovens (que serão atingidos por essa idade mínima) é menor do que em outras faixas etárias.