Rapaz de 17 anos é apreendido pela Polícia de Goiás sob suspeita de planejar ataque

  • Por Jovem Pan
  • 19/03/2019 15h11
Tânia Rêgo/Agência BrasilRapaz confessou que não havia concretizado o plano com um massacre porque não tinha uma pistola de repetição

Um adolescente de 17 anos foi apreendido pela Polícia Civil de Goiás na segunda (18), suspeito de planejar um ataque a uma escola em Pontalina, a cerca de 140km da capital, Goiânia.

O rapaz confessou que não havia concretizado o plano com um massacre porque não tinha uma pistola de repetição. Na casa do estudante, foram apreendidos uma capa, máscaras, desenhos, coturno e um arco e flecha. Além disso, a Polícia também encontrou uma arma de fogo e munições que pertenciam ao pai do suspeito.

Durante o depoimento, o adolescente lembrou os recentes ataques na Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, na Grande São Paulo, que deixou dez mortos, e o massacre em uma mesquita na Nova Zelândia, que terminou com 50 mortos.

Após ser ouvido, o rapaz foi levado para uma unidade não identificada. Ele responderá a Auto de Investigação de Ato Infracional por apologia a crime e atos preparatórios de terrorismo.

Com Estadão Conteúdo