Relator diz que fará alterações em relatório da reforma; mudanças serão apresentadas na semana que vem

  • Por Jovem Pan
  • 19/06/2019 17h41
Pablo Valadares/Câmara dos Deputados"Vamos fazer apenas alguns ajustes para corrigir distorções apontadas pelos deputados", disse o deputado

O relator da reforma da Previdência na Câmara, deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), disse nesta quarta-feira (19) que pretende fazer complementações ao seu relatório e que deve apresentar essas modificações na semana que vem, quando a comissão especial que debate a proposta deverá votar o parecer.

“Vamos fazer apenas alguns ajustes para corrigir distorções apontadas pelos deputados. Mas já posso dizer que, a princípio, não vou mexer nas regras do abono porque nosso relatório melhorou essa parte em relação à proposta do governo”, declarou, ressaltando que manterá os “pilares principais”, como a idade mínima. “Estamos empenhados em melhorar um pouco mais o relatório, pretendemos que ele passe na comissão”, completou.

O presidente da comissão especial, Marcelo Ramos (PL-AM), afirmou que o colegiado está cumprindo todos os prazos estabelecidos e que deve votar o parecer até o fim de junho. “Acredito que conseguiremos votar na próxima semana”, disse.

Ramos também disse que há “um apoio tranquilo” na comissão especial para aprovar a reforma, mas que os líderes precisam de mais mobilização para garantir a aprovação no plenário da Casa. “Termômetro na comissão é por maioria para aprovação.”

Sessão de hoje e próximos passos

Nesta quarta foi realizada a segunda sessão para discutir o relatório. Ela durou quase cinco horas e contou com o discurso de vinte deputados inscritos e 8 líderes. De acordo com Ramos, 77 parlamentares ainda discursarão na semana que vem.

A próxima sessão está marcada para às 9h de terça-feira (25). No total, 155 deputados se inscreveram para falar. Assim que o debate for encerrado, a comissão deverá iniciar a votação do relatório.

*Com Estadão Conteúdo