São Paulo tem queda nos principais índices criminais em novembro

  • Por Rafael Iglesias
  • 21/12/2018 20h26
Divulgação/SSPEm janeiro, polícia terá novo comando

O estado de São Paulo encerrou o mês de novembro deste ano com todos os indicadores criminais em queda, de acordo com dados da Secretaria da Segurança Pública.

Na comparação com igual período do ano passado, os assassinatos diminuíram 15%, passando de 284 para 240, enquanto os latrocínios baixaram 4% (de 24 a 23 registros).

Os estupros, que aumentaram em oito meses do ano, diminuíram 12% em novembro. O total caiu de 1.051 para 922 boletins de ocorrência no mês, segundo registros policiais.

Roubos

Os roubos em geral diminuíram 8% – de 22.020 para 20.325 casos. Os roubos de veículos também baixaram. Com 9% a menos, o total de casos caiu de 5.634 para 5.127.

A redução numérica mais expressiva apontada pelo governo ocorreu nos roubos a banco: 86%, de sete para um. Nos roubos de carga, houve redução de 16% (de 829 para 695).

Furtos

Os dois indicadores de furtos da pasta de segurança também tiveram recuo. Nos furtos em geral, a redução foi de 1% (de 42.002 para 41.550). Nos furtos de veículo, de 8%.

Mudança

Atual secretário da Segurança Pública, Mágino Alves Barbosa Filho deixará o comando da pasta ao fim deste ano. Ele voltará para o Ministério Público.

Nesta sexta-feira (21), ele apresentou os índices de criminalidade em entrevista coletiva e afirmou que a redução de assassinatos é “o número mais importante da gestão”.

“Nossa melhor marca foi a redução de homicídios em São Paulo, que é resultado de uma política de Estado que vem ocorrendo há várias gestões”, declarou.

Em janeiro, por indicação do governador eleito João Doria (PSDB) assume a chefia das polícias o ex-comandante Militar do Sudeste, general João Camilo Pires de Campos.