Taxistas voltam a protestar e param túnel mais movimentado do Rio

  • Por Agência Brasil
  • 10/05/2018 19h30
Agência BrasilMais cedo nesta quinta, taxistas fecharam diversas ruas para protestar contra medidas da Prefeitura do RJ

O Centro de Operações da prefeitura do Rio orienta que a população evite o deslocamento de carro nos bairros de acesso ao Túnel Rebouças, que está com a pista em direção ao centro fechada por taxistas, o que está provocando um verdadeiro nó no trânsito na região do centro e zona sul da cidade. O túnel liga as zonas norte e sul e é considerado o mais movimentado da cidade.

O fechamento é em protesto contra a regulamentação feita pela prefeitura do Rio de Janeiro para o serviço de transporte individual de passageiros por aplicativos em carros particulares, oferecido por empresas como Uber, 99Pop e Cabify. Pela manhã, a categoria já tinha fechado vários pontos da cidade, insatisfeitos contra a medida da prefeitura.

O congestionamento nos bairros do centro, Lagoa, Botafogo e Humaitá já atinge cerca de 200 quilômetros de extensão, quando a média, nesse horário noturno, é de cerca de 125 quilômetros. A prefeitura pede aos motoristas que evitem a região do Rio Comprido, o centro e os bairros do Humaitá, Lagoa e Botafogo, devido ao bloqueio da pista. De acordo com a nota, a população deve utilizar o metrô ou aguardar para fazer o deslocamento para casa dentro das próximas duas horas.

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET-Rio) montou plano de contingência na pista sentido zona sul do Rebouças, que está funcionando da seguinte forma: duas faixas no sentido centro e uma faixa no sentido zona sul. No entanto, há congestionamento nos acessos à via, nos dois sentidos.

O Centro de Operação da prefeitura informa ainda que há retenção em toda a extensão do Elevado e na Avenida Paulo de Frontin, em direção ao Rebouças, além da Avenida Francisco Bicalho, Viaduto do Gasômetro e Avenida Brasil e Linha Vermelha. Na zona sul, o congestionamento em direção ao túnel atinge toda a extensão da Rua São Clemente e Rua Humaitá, em Botafogo; Avenida Epitácio Pessoa, desde o Parque da Catacumba; e Avenida Borges de Medeiros, na Lagoa.