Temer decide manter ministros do Turismo e da AGU em seus cargos

  • Por Jovem Pan
  • 06/06/2016 16h18
O presidente interino Michel Temer coordena a primeira reunião ministerial de seu governo, às 9h, no Palácio do PlanaltoMichel Temer

O presidente interino, Michel Temer, decidiu nesta segunda-feira (06) manter os ministros do Turismo, Henrique Eduardo Alves, e Fábio Osório, da Advocacia-Geral da União, em seus respectivos cargos.

Durante reunião com os ministros Eliseu Padilha, da Casa Civil, e Geddel Vieira Lima, da Secretaria de Governo, no Palácio do Jaburu, Temer avaliou que ainda não existem motivos suficientes para afastá-los de seus postos.

Temer esclareceu ainda, sgeundo o jornal Folha de S. Paulo, que pe preciso entender a amplitude de um eventual envolvimento de Alves na Operação Lava Jato antes que uma decisão seja tomada.

Mais cedo, em entrevista à Rádio Gaúcha, o ministro Eliseu Padilha reconheceu, no entanto, que as informações de que Alves teria recebido recursos desviados do esquema da Petrobras em troca de favores para a empreiteira OAS constrangiam o Governo de Michel Temer.

Segundo a Folha, Henrique Eduardo Alves distribuirá nota à imprensa e dirá que não existem fatos novos em relação a ele e de que existem “motivações politicas” na informação.

Já no que diz respeito a Fábio Osório, Temer deve se reunir com ele ainda nesta segunda para garantir sua permanência no cargo. Sobre Fátima pelaes, chefe da Secretaria de Mulheres, Temer ainda não tomou uma decisão definitiva. Ela é suspeita de integrar uma “articulação criminosa”.