Ajuste da bandeira tarifária representa alta de até 50% para atual nível amarelo

  • Por Jovem Pan
  • 21/05/2019 16h42
Reprodução/FlickrValor passou de R$ 1,00 para R$ 1,50 por 100 KWh

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) anunciou, nesta terça-feira (21), os reajustes aplicados nas bandeiras tarifárias. O maior deles foi na bandeira amarela, que passou de R$ 1,00 para R$ 1,50 por 100 KWh, o que representa um aumento de 50% na comparação com o praticado atualmente. Hoje, o Brasil opera com bandeira amarela e nova decisão será anunciada no fim do mês.

Também foi ajustado o preço da bandeira vermelha patamar 1, que passou de R$ 3,00 para R$ 4,00 por 100 KWh, um aumento de 33%. Já o patamar 2 da bandeira vermelha foi elevado de R$ 5,00 para R$ 6,00 pelo mesmo consumo de referência, alta de 20%.

Sistema

O sistema de bandeiras tarifárias foi criado, de acordo com a Aneel, para sinalizar aos consumidores os custos reais da geração de energia elétrica. A adoção de cada bandeira, nas cores verde (sem cobrança extra), amarela e vermelha (patamar 1 e 2) está relacionada aos custos da geração de energia elétrica.

A bandeira amarela mostra “condições de geração menos favoráveis”, enquanto a vermelha mostra “condições mais custosas de geração”. Já a verde indica “condições favoráveis de geração de energia” e a tarifa não sofre nenhum acréscimo.

* Com informações do Estadão Conteúdo