Diretora do FMI diz que reforma da Previdência trará ‘certeza sobre economia brasileira’

  • Por Jovem Pan
  • 20/05/2019 12h45
EFE/Michael ReynoldsSegundo ela, a medida vai desencadear um movimento de solidez e previsibilidade das finanças do país

A diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, afirmou que o órgão tem a expectativa de que a reforma da Previdência seja aprovada no Brasil para fortalecer a “previsibilidade sobre o futuro da economia” do país.

“Temos expectativa que a aprovação da Reforma da Previdência fortalecerá a previsibilidade e a certeza sobre o futuro da economia brasileira” disse Lagarde após o encerramento do Fórum Econômico de Astana, no Cazaquistão. Segundo ela, a medida vai desencadear um movimento de solidez e das finanças do Brasil.

O evento ocorreu na cidade de Nur Surtan, capital do Cazaquistão, nos dias últimos dias 16 e 17. Mais de 5.500 delegados de 74 países se reuniram no local para discutir os desafios econômicos e sustentáveis para a Ásia e para o mundo.

No Brasil, o governo de Jair Bolsonaro ainda enfrenta resistências para alavancar a reforma da Previdência e outras medidas no Congresso. As derrotas do governo são impostas sobretudo pelo chamado Centrão, bloco de partidos formado por DEM, PP, PR, PRB e Solidariedade e que reúne cerca de 230 dos 513 deputados.

A movimentação desta segunda sobre a mudança nas aposentadorias ficará por conta da reunião entre o ministro da Economia, Paulo Guedes, e o relator do texto na comissão especial da Câmara, Samuel Moreira (PSDB-SP). O tucano já sinalizou que pretende apontar mudanças para a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) elaborada pelo governo.

Com Agência Brasil