JBS anuncia venda de subsidiária por R$ 4 bi

  • Por Jovem Pan
  • 11/09/2017 11h21
BRA111. LAPA (BRASIL), 21/03/2017 - Vista general de la compañía del grupo cárnico JBS Seara en la ciudad de Lapa, estado de Paraná, Brasil, la cual fue inspeccionada por el ministerio de Agricultura de Brasil, Blairo Maggi, hoy martes 21 de marzo de 2017. Según la policía, varias de las principales cárnicas del país, entre ellas JBS y BRF, con la complicidad de fiscales sanitarios corruptos, "maquillaron" con productos químicos carnes que estaban en mal estado y no cumplían con los requisitos para la exportación.EFE/Joédson AlvesA nota, assinada por Jeremiah O’Callaghan, diretor de Relações com Investidores, afirma ainda que a JBS acredita que com a alienação, a companhia poderá manter um desempenho financeiro sólido

A JBS anunciou nesta segunda-feira (11), em comunicado ao mercado, a alienação da Moy Park, empresa de carne processada com sede na Irlanda para a Pilgrim’s Pride, empresa americana de alimentos em que a própria JBS é a maior acionista, com quase 80% das ações.

O anúncio vem no contexto do Programa de Desinvestimentos da empresa, que celebrou um acordo para a alienação da totalidade de sua participação acionária na Moy Park para a Pilgrim’s Pride Corporation (“PPC”), por um enterprise value de US$1.3 bilhão (R$4 bilhões).

Segundo o comunicado, a transação foi aprovada por unanimidade pelo Comitê Especial do Conselho de Administração da PPC, composto por membros independentes representando os acionistas minoritários. “O Comitê Especial teve autoridade delegada pelo Conselho de Administração para analisar, negociar e aprovar a aquisição”, diz nota. A JBS informou que o negócio como sendo parte de um “plano de desinvestimento” visando diminuir o nível de débito da companhia.

A nota, assinada por Jeremiah O’Callaghan, diretor de Relações com Investidores, afirma ainda que a JBS acredita que com a alienação, a companhia poderá manter um desempenho financeiro sólido, com ativos diversificados e um portfólio de produtos inovador. Além disso, segundo a JBS, a transação irá criar uma estrutura corporativa mais eficiente.

“A liderança da Pilgrim’s está preparada para extrair ainda mais valor da Moy Park, considerando seu histórico bem sucedido de integração dos ativos da Tyson de Mexico e GNP, além do forte desempenho dos seus ativos existentes. Os recursos obtidos com a transação serão utilizados para amortizar dívida de curto prazo no Brasil, melhorando o perfil do seu endividamento e liquidez”, conclui a nota.

A operação foi aprovada por unanimidade pelo Conselho de Administração da JBS.