Receita Federal registra alta de 1,28% na arrecadação em abril

  • Por Jovem Pan
  • 23/05/2019 11h16
Arquivo/Agência BrasilVários fatores contribuíram para o avanço, como o aumento de 30% das receitas oriundas nos royalties do petróleo

A Secretaria da Receita Federal informou, nesta quinta (23), que a arrecadação de impostos e contribuições cresceu 1,28% no último mês de abril, na comparação com o mesmo período do ano passado. Foram mais de R$139 bilhões para o caixa da União, melhor resultado desde 2014.

Vários fatores contribuíram para o avanço, como o aumento de 30% das receitas oriundas nos royalties do petróleo e a arrecadação com origem no Imposto de Renda das Pessoas Jurídicas. Este último índice representa uma alta real de 7,25% contra abril do ano passado.

Além disso, segundo o Fisco, também cresceu a arrecadação do Imposto de Renda das Pessoas Jurídicas (IRPJ) e da CSLL, para R$ 21,119 bilhões. Isso representa uma alta real de 7,25% contra o mesmo mês de 2018. “Esse resultado decorre de melhora no resultado das empresas, especialmente, das não financeiras, e das alterações nas regras de compensações tributárias com a estimativa mensal do Imposto sobre a Renda”, informou o Fisco, em nota.

De janeiro a abril, a arrecadação somou R$ 524,371 bilhões, com crescimento real de 1,14%. O faturamento administrado pela Receita chegou a R$ 499,165 bilhões, com aumento real de 0,3%. As receitas administradas por outros órgãos chegaram a R$ 25,205 bilhões, com crescimento de 21,12%.

Os resultados da arrecadação ajudam o governo a cumprir as metas fiscais nas contas públicas. A previsão para 2019 da equipe econômica é um resultado negativo de até R$ 139 bilhões. A consequência de as contas públicas registrarem déficits fiscais seguidos é o aumento da dívida pública e possíveis impactos inflacionários.

Com Agência Brasil