Standard & Poor’s retira observação negativa da nota de crédito do Brasil

  • Por Agência Brasil
  • 15/08/2017 21h46
Incertezas políticas e alto endividamento podem rebaixar a nota de crédito do Brasil

A agência de classificação de risco Standard & Poor’s comunicou hoje (15) que retirou a nota de crédito soberano do Brasil do status de observação com perspectiva negativa (CreditWatch). No entanto, a agência manteve a classificação do Brasil em BB, abaixo do grau de investimento.

A agência explicou que perspectiva negativa reflete os desafios políticos em curso e o risco de uma decaída nos próximos seis a nove meses, devido ao alto e crescente fardo da dívida do Brasil, se o Congresso não avançar na legislação para reduzir a rigidez fiscal do Brasil.

Segundo a Standard & Poor’s, desde que a classificação do Brasil foi colocada em observação com implicações negativas, em maio, o cenário político está um pouco mais resolvido, especialmente pela rejeição pela Câmara dos Deputados do pedido de denúncia contra o presidente Michel Temer. A agência também ressalta a aprovação da reforma trabalhista e que o governo continua empenhado em aprovar a reforma da Previdência, “contendo o crescimento da despesa para minimizar o desvio de seus objetivos fiscais primários e avançar sua ativa agenda de reforma microeconômica”.