Bombeiros controlam fogo em metade de área afetada por incêndio na Califórnia

  • Por Agência EFE
  • 12/08/2018 17h33
EFE/DAVID MCNEWDevido ao incêndio, um dos 14 ativos na Califórnia, as autoridades locais retiraram mais de 21,5 mil pessoas de suas casas

O Departamento Florestal e de Proteção contra Incêndios da Califórnia (Calfire) informou neste domingo que as equipes que trabalham para extinguir o incêndio Holy, no sul do estado, conseguiram controlar o fogo em metade dos 9.192 hectares já atingidos pelas chamas.

O Holy afeta a Floresta Nacional de Cleveland e ameaça imóveis nos condados de Orange e Riverside. Devido ao incêndio, um dos 14 ativos na Califórnia, as autoridades locais retiraram mais de 21,5 mil pessoas de suas casas.

Segundo a promotoria do condado de Orange, o incêndio foi provocado de forma intencional por Forrest Clark, de 51 anos, que está preso e teve a fiança fixada em US$ 1 milhão.

Outro incêndio, batizado como Ferguson, no oeste da Califórnia, está praticamente controlado pelos bombeiros, informou neste domingo a porta-voz do Serviço Florestal de Bosque Sierra, Eugene Moisa.

Nos 31 dias em que está ativo, o Ferguson já destruiu 38,8 mil hectares e provocou o fechamento de um setor do parque de Yosemite, um dos mais famosos do país. A área, agora livre de risco, voltará a ser aberta ao público a partir da próxima terça-feira.

Já o incêndio Mendocino Complex, o maior já registrado na história da Califórnia, é composto de dois focos – Ranch e River -, ativos desde o dia 27 de julho nos arredores do lago Clear, que fica a cerca de 200 quilômetros ao norte de San Francisco.

O Ranch devastou 114.315 hectares e está 60% controlado pelos bombeiros. O River destruiu 19.797 hectares, e os bombeiros agora trabalham terminar o trabalho de extinção do fogo nos 7% ainda restantes.