Canadá libera uso da maconha para fins recreativos a partir desta quarta

  • Por Jovem Pan
  • 17/10/2018 09h26
Georgia Army National Guard photo by Maj. Will Cox/ReleasedO Canadá é o segundo país do mundo a legalizar a maconha para fins recreativos. O primeiro foi o Uruguai, em 2013

O uso da maconha para fins recreativos passou a ser legalizado no Canadá a partir desta quarta-feira (17), segundo a agência alemã DW. O país se tornou o segundo a liberar a droga no mundo, atrás apenas do Uruguai, que adotou a medida em 2013.

O governo federal também anunciou nesta quarta que vai perdoar todas as pessoas com condenações por posse de até 30 gramas de maconha, que passou a ser o limite legal. Além da posse de até 30 gramas, os usuários estão liberados para cultivar até quatro pés da planta em casa.

O Canadá permite o uso medicinal da maconha desde 2001. Há dois anos, o primeiro-ministro canadense, Justin Trudeau, trabalhou para expandir a legalização e incluir o uso recreativo, o que foi aprovado pelo Parlamento Canadense em 19 de junho deste ano. O objetivo é refletir melhor a opinião da sociedade sobre a maconha e estabelecer um sistema regulado para o comércio da droga.

Apesar da regulamentação, ela não é uniforme no país, o que significa que cada prvíncia vai executar a sua própria abordagem, dentro da lei estabelecida pelo governo federal. Algumas províncias vão operar lojas administradas pelo governo, enquanto outras permitirão varejistas privados. Há, ainda, algumas províncias que permitem ambas as possibilidades.

Há ainda a questão da idade. De acordo com a agência DW, as províncias de Alberta e Quebec definiram em 18 anos a idade mínima para a compra de maconha, enquanto as demais fixaram 19 anos.