Construída em 1163, Catedral de Notre-Dame é um dos pontos turísticos mais visitados de Paris

  • Por Jovem Pan
  • 15/04/2019 15h56
EFEConstrução símbolo da França foi tomada por incêndio nesta segunda-feira (15)

Símbolo da cidade de Paris, a Catedral de Notre-Dame – atingida por um incêndio de grandes proporções nesta segunda-feira (15) – é uma das mais antigas catedrais francesas em estilo gótico. Sua construção foi iniciada em 1163, dedicada a Maria, Mãe de Jesus Cristo, e sua edificação focou em atender aos desejos e aspirações da elite francesa. Hoje, ela é um dos pontos turísticos mais visitados da cidade, recebendo aproximadamente 13 milhões de turistas por ano.

Diversos momentos históricos importantes aconteceram ali, como as coroações do rei da Inglaterra Henrique VI, em 1431, durante a guerra dos Cem Anos, e do imperador Napoleão Bonaparte, em 1804, além da beatificação de Joana d’Arc em 1909.

A igreja está localizada na Île de la Cité (uma pequena ilha no centro de Paris, rodeada pelas águas do rio Sena). Ela ficou famosa ainda pelo romance “Notre-Dame de Paris”, escrito em 1831 por Victor Hugo. A história trata de Quasímodo, o “corcunda de Notre-Dame”, que se apaixona por uma cigana chamada Esmeralda, e expõe uma crítica à sociedade parisiense da Idade Média.

Além da importância histórica, a Catedral de Notre-Dame de Paris apresenta algumas curiosidades. Uma delas é o Marco Zero, localizado na frente da fachada da parte ocidental da construção na praça Parvis. O elemento consiste em uma placa feita em bronze que simboliza o marco inicial com que se calcula as distância das estradas do país. Além disso, na edificação são encontrados cerca de 200 vitrais, sendo que alguns são considerados os maiores já construídos no mundo.