Emissora de TV suspende programa após suicídio de convidado

  • Por Jovem Pan
  • 14/05/2019 14h43
Reprodução/iTVO convidado passou por um detector de mentiras durante o programa, o que o teria levado ao divórcio

A rede de televisão britânica “ITV” decidiu suspender o programa “Jeremy Kyle Show” ao saber que um dos convidados cometeu suicídio logo após participar da atração. Na ocasião, Steve Dymond, de 63 anos, passou por um detector de mentiras para provar para sua mulher que era fiel.

De acordo com um tabloide local, o casal teria se separado depois que o aparelho indicou que Dymond estava mentindo, o que pode tê-lo influenciado a cometer suicídio uma semana depois da gravação.

Em comunicado, os responsáveis da emissora informaram que o “Jeremy Kyle Show” deixará de ser transmitido e que foi aberta uma investigação para esclarecer o ocorrido. Além disso, afirmou que os funcionários da emissora e a equipe de produção do programa estão “comovidos e tristes” pela morte.

A emissora também disse que o episódio, gravado em 2 de maio, não será transmitido e apagou o conteúdo associado de seu serviço sob demanda enquanto acontece a investigação.

No programa, que tem o nome do apresentador e era exibido desde 2005, os convidados contavam suas histórias pessoais diante da plateia e dos telespectadores.

O deputado conservador Damian Collins, presidente da Comissão de Mídia do Parlamento Britânico, disse que as emissoras de televisão “têm o dever de cuidar das pessoas que participam de seus programas”.

Simon Hart, outro parlamentar do Partido Conservador, criticou o programa ao descrevê-lo como “uma atração de televisão que transforma a terrível desgraça das pessoas e, às vezes, suas vulnerabilidades em entretenimento”.

*Com EFE