Estado Islâmico assume ataques suicidas no Sri Lanka

  • Por Jovem Pan
  • 23/04/2019 08h41
Além dos mortos, cerca de 500 outras pessoas teriam ficado feridas nas explosões, que aconteceram em três igrejas, quatro hotéis e um complexo residencial

A série de atentados que causou a morte de mais de 300 pessoas durante o Domingo de Páscoa no Sri Lanka teve a autoria assumida pelos jihadistas do Estado Islâmico (EI) nesta terça (23). A informação é de uma fonte não identificada à agência de segurança Amaq, ligada ao grupo.

“Os executores do ataque que teve como alvo os cidadãos dos países da coalizão e cristãos antes de ontem são combatentes do Estado Islâmico”, diz o comunicado.

Além dos mortos, cerca de 500 outras pessoas teriam ficado feridas nas explosões, que aconteceram em três igrejas, quatro hotéis e um complexo residencial.

As explosões aconteceram de forma simultânea por volta das 8h45 locais de domingo (23h45 em Brasília). Horas depois, outra detonação aconteceu em um pequeno hotel situado a cerca de 100 metros do zoológico de Dehiwala, a 10 quilômetros ao sul da capital.

Entre os mortos, há pelo menos 32 estrangeiros, saídos de países como Bélgica, Estados Unidos, China e Reino Unido.