Faixa de Gaza: Israel denuncia abandono de crianças palestinas

  • Por Jovem Pan
  • 10/02/2019 16h40
EFEUma fonte de segurança israelense afirmou à Agência Efe que os casos aumentaram nos últimos dois anos

Autoridades israelenses denunciaram, neste domingo (10), como “um fenômeno crescente” o abandono de menores palestinos na divisa com Gaza, depois de entrarem acompanhados por seus pais em Israel e retornarem sozinhos à Faixa.

Uma fonte de segurança israelense afirmou à Agência Efe que os casos aumentaram nos últimos dois anos e há alguns meses, as autoridades chegaram a encontrar três menores nesta situação.

O Escritório de Coordenação nos Territórios (COGAT), organização militar israelense que administra os assuntos civis em território ocupado, informou na semana passada sobre a aparição de uma criança de quatro anos, acompanhada por um desconhecido na passagem fronteiriça de Erez.

Segundo o COGAT, o menor tinha recebido tratamento médico em território israelense, e “quando chegou o momento de retornar ao seu lar, seu pai o abandonou com um estranho e decidiu ficar em Israel como um estrangeiro ilegal”.

Os pais que acompanhavam seus filhos “optam por permanecer em Israel e os enviam outra vez para casa”, acrescentou esta organização em comunicado.

“O fenômeno das crianças que são abandonadas no cruzamento de Erez é inaceitável. Os residentes da Faixa de Gaza que violam as condições de suas permissões e permanecem em Israel depois de vencer o prazo está violando a lei”, declarou o enviado para Gaza do COGAT, Eyad Sirhan.

*Com informações da Agência EFE.