Homem mata o irmão por acreditar que ele era reptiliano

  • Por Jovem Pan
  • 10/01/2019 20h39
Reprodução/FacebookBuckey Wolfe [direita] matou o irmão James [esquerda] com golpes de espada

Um homem matou o próprio irmão na cidade americana de Seattle por acreditar que ele era um reptiliano. De acordo com a polícia local, o rapaz teria assassinado o irmão com um golpe com uma espada de mais de 1 metro de comprimento.

Segundo os relatórios policiais, Buckey Wolfe afirmou que Deus disse que seu irmão era um reptiliano. Ele foi indiciado por assassinado em segundo grau e detido. O homem não terá direito a fiança porque os promotores alegaram que ele tem uma severa doença mental e é um perigo para a comunidade.

Os detetives que interrogaram Wolfe afirmaram que ele estava alucinando durante o interrogatório e dizia estar vendo lagartos nas paredes da sala onde estavam. Ele também disse ser esquizofrênico. “Matem-me, eu não consigo viver nesta realidade”, teria dito o homem aos policiais.

Em seu perfil no Facebook, Buckey Wolfe postava frequentemente sobre o Cristianismo e o presidente americano Donald Trump. Ele também também acredita em uma teoria da conspiração que diz que elites mundiais fazem parte de uma rede de pedofilia e que querem derrubar Trump. O grupo que difunde essa teoria também propaga que membros dessas elites são reptilianos.

No dia do Ano Novo, Wolfe usou o Facebook para atacar a cabala e os “répteis corruptos que estão no topo da horda da tecnologia e informação”.