Notre-Dame recebeu somente 9% das doações prometidas para a sua reconstrução

  • Por Jovem Pan
  • 14/06/2019 16h49
EFEAté o momento, foram repassados 80 milhões de euros do montante estimado em 850 milhões de euros

A Catedral de Notre-Dame, em Paris, recebeu efetivamente somente 9% das doações anunciadas para a sua reconstrução. Até o momento, foram repassados 80 milhões de euros do montante estimado em 850 milhões de euros (R$ 3,5 bilhões) para a restauração da catedral.

O incêndio ocorreu há dois meses. O ministro da Cultura da França, Franck Riester, afirmou que “há pessoas que prometem doar e que não doam. Mas, acima de tudo, as doações serão pagas em função do andamento das obras, e isso é normal. Estamos fazendo acordos com os maiores doares”.

Neste sábado (15), a catedral celebrará sua primeira missa após o incêndio.

Vaquinha

As três famílias mais ricas da França – o grupo LVMH, a Kering e a L’oreal – disseram que doariam, juntas, 500 milhões de euros para a reconstrução da catedral. Outras empresas de cosméticos, como Dior e Chanel, também anunciaram doações. Já a petrolífera Total (TOT) prometeu um cheque de 100 milhões de euros. O banco Crédit Agricole, Vinci e Michelin anunciaram outras contribuições, que vêm de toda parte da França, inclusive de católicos comuns.

Até o CEO da Apple, Tim Cook, anunciou no Twitter que a empresa ajudaria na “vaquinha”.