Obama apresenta retrato oficial que será exibido em museu de Washington

  • Por Estadão Conteúdo
  • 13/02/2018 13h44
EFE/ Shawn Thew"Tentei negociar menos cabelos brancos, mas a integridade artística de Kehinde não permitiu. Tentei negociar orelhas menores. Também não fui bem-sucedido", brincou Obama

O ex-presidente dos Estados Unidos Barack Obama revelou nesta segunda-feira o seu retrato oficial que exibirá na Galeria Nacional do Retrato de Washington junto com os de seus antecessores na Casa Branca, uma pintura colorida feita pelo pintor Kehinde Wiley.

Mais de um ano depois de deixar a presidência, Obama seguiu a tradição de informar o retrato, com o qual acompanhará assim os 43 presidentes que o precederam na Casa Branca.

Por ser inusitada comparada aos retratos anteriores, a imagem gerou diversos “memes” e piadas na internet. Confira AQUI as principais.

“Tentei negociar menos cabelos brancos, mas a integridade artística de Kehinde não permitiu. Tentei negociar orelhas menores. Também não fui bem-sucedido com isso”, brincou Obama em discurso no museu.

Obama, que esteve acompanhado pela esposa, Michelle, e por vários integrantes de seu gabinete como o vice-presidente Joe Biden, evitou comentar a atualidade política e destacou entre sorrisos o retrato como “bastante engenhoso “.

No quadro, o ex-presidente aparece sentado e olhando fixamente para o espectador, sobre um fundo de vegetação cheia de cores, algo que contrasta com os estilos mais formais de seus antecessores.

Wiley ressaltou a “honra” que sentiu ao receber a incumbência de pintar o retrato do ex-presidente.

“A possibilidade de ser o primeiro artista negro a retratar o primeiro presidente americano negro. É uma situação fascinante. Não pode haver nada melhor”, enfatizou o pintor. Michelle Obama também mostrou o seu retrato, feito pela artista negra Amy Sherald, e que será exibido no mesmo museu.

A Galeria Nacional, inaugurada em 1968, conta com a única coleção completa de retratos presidenciais fora da Casa Branca e começou a encomendar esses quadros em 1994 com George H.W. Bush.