UE apoia proposta do Iraque para debater crise entre EUA e Irã

  • Por Jovem Pan
  • 13/07/2019 15h58
PixabayUnião Europeia quer cúpula para discutir tensões entre Irã e Iraque

A União Europeia declarou apoio, neste sábado (13),  à proposta do Iraque de sediar uma conferência regional em meio às crescentes tensões entre Estados Unidos e o Irã envolvendo as negociações sobre o acordo nuclear internacional. De acordo com a Comissária de Relações Exteriores do bloco, Federica Mogherini, a UE oferece “total suporte” à proposta iraquiana.

Aliado dos dois países, o Iraque se ofereceu para mediar as negociações entre Teerã e Washington, enquanto os iranianos continuam a pressionar os europeus que participam do acordo nuclear a contornarem os efeitos das sanções norte-americanas às exportações do país.

Em sua primeira visita ao país desde 2014, Mogherini disse que a UE compartilha com o Iraque da iniciativa de aproximação para lidar com uma situação difícil, acrescentando que a prioridade é evitar uma escalada ou qualquer erro de cálculo que possa levar a “consequências perigosas”.

Conforme a comissária, a UE está pronta para apoiar a ideia de uma conferência regional “em todos os sentidos em que possa ser útil”. Para Mogherini, é preciso promover uma ‘redução das tensões’ e encontrar vias para o diálogo. Caminhos “desconhecidos … podem ser perigosos para todos”, acrescentou

O Iraque está sob pressão para evitar que seu território se transforme em um campo de batalha no âmbito dessa disputa, considerando que Irã e EUA são potencias nucleares. Os norte-americanos mantém bases militares na região e mais de 5 mil soldados no Iraque.

*Com Agência Brasil