Venezuela sofre terceiro apagão em um mês

  • Por Jovem Pan
  • 10/04/2019 14h02
Rayner Peña / EFEBlecaute acontece após país prorrogar programa de racionamento

A Venezuela sofre com um novo blecaute que começou na noite de terça-feira, 10. O apagão, que afetou novamente quase todo o país, é o terceiro em pouco mais de um mês, e acontece após o país prorrogar o término de um programa de racionamento. 

Várias regiões estão sem luz, inclusive a capital, Caracas, onde o fornecimento foi interrompido duas vezes durante a madrugada. Pela manhã, o serviço já tinha sido restabelecido.

Enquanto isso, os estados de Trujillo, Falcón, Carabobo, Zulia e Táchira continuam às escuras desde a noite de ontem, sem que até agora a estatal Corpoelec, nem nenhuma autoridade, tenha se pronunciado a respeito.

Veículos de imprensa e dirigentes opositores afirmam que 20 dos 23 estados do país foram afetados pelo apagão e que a maioria desses territórios continua sem energia desde a noite de ontem.

Nicolás Maduro acusou a oposição e o governo dos Estados Unidos de supostos ataques eletromagnéticos contra o sistema elétrico que causaram os blecautes anteriores.

Maduro formou um Estado Maior para atender à crise, anunciou a modernização e reestruturação da Corpoelec e iniciou há dez dias um plano de racionamento de energia que exclui Caracas e os estados de Vargas, Amazonas e Delta Amacuro.

A oposição, por sua vez, alega que a corrupção no Ministério de Energia Elétrica e a má gestão de bilhões de dólares destinados ao setor como motivos para a crise atual

*Com EFE