Nono assalto a faca no Rio em uma semana acaba na prisão do ladrão em Copacabana

  • Por Agência Brasil
  • 25/05/2015 20h00
RIO DE JANEIRO, RJ, 20.05.2015: VIOLÊNCIA-RIO - ONG Rio de Paz faz ato onde o médico Jaime Bold, 57, morreu durante a madrugada desta quarta-feira (20) após ter sido esfaqueado enquanto pedalava na pista de lazer da Lagoa Rodrigo de Freitas, na zona sul do Rio. (Foto: Marcelo Fonseca/Folhapress)ONG Rio de Paz faz ato onde médico foi assassinado

O nono caso de assalto com uso de faca, em uma semana, foi registrado no Rio, na madrugada de hoje (25), quando Thiago Ferreira dos Santos, de 29 anos,  foi preso por policiais militares após roubar um casal de chineses na Avenida Atlântica, esquina com Rua Xavier da Silveira, em Copacabana, na zona sul do Rio.

Segundo a Polícia Militar, ao chegar no local, os policiais prenderam o ladrão, que estava com um aparelho de celular roubado do casal de chineses, e uma faca usada no assalto.

O caso foi encaminhado para a Delegacia Especial de Atendimento ao Turista (DEAT).  Thiago é morador da favela Pavão-Pavãozinho, em Copacabana, e costumava agir na região. Ele tem passagens pela polícia por roubo, furto, ameaça e porte de arma branca.

Ontem (24), moradores, ciclistas e parentes das vítimas da violência realizaram uma manifestação pela paz na Lagoa. O ato, que reuniu cerca de 500 pessoas, foi marcado pelas homenagens ao médico Jaime Gold, de 57 anos, assassinado a facadas na quarta-feira por um ladrão, quando pedalava na orla da Lagoa. O grupo exibia faixas em prol da paz no Rio e distribuía adesivos com os dizeres: “Eu sou Jaime”.

Desde o primeiro assalto com faca por três adolescentes à turista vietnamita Tran Vu Há, de 39 anos, perto da Praça XV, no centro do Rio, o roubo ao casal de chineses em Copacabana foi o nono ataque em nove dias.