Janaina Paschoal diz que será o nome do PSL na disputa pela presidência da ALESP

  • Por Jovem Pan
  • 09/11/2018 12h24
Reprodução FacebookJanaina Paschoal teve mais de 2 milhões de voto e se tornou a deputada mais votada da história

A deputada estadual eleita com mais votos na história (mais de 2 milhões), Janaina Paschoal, do PSL, disse nessa sexta-feira (9) que deve ser o nome do partido na disputa pela presidência da ALESP, Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo. Ela só deve concorrer caso o partido, que também elegeu o presidente Jair Bolsonaro, decida buscar a vaga.

“Diante de uma derrota ou se não tiver candidato, vou assumir a liderança do partido na Casa”, disse. A declaração foi dada durante um evento realizado pela policia militar para condecorar 90 civis e militares. Janaina foi uma das homenageadas com o recebimento da Medalha Brigadeiro Tobias.

A medalha homenageia o político e militar brasileiro, nascido em Sorocaba, que liderou o que ficou conhecido como a Revolução Liberal de 1842, que tinha como objetivo impedir a ascensão do Partido Conservador ao poder.

Sobre sua futura atuação na ALESP, a deputada afirmou que o partido decidiu que não fará oposição nem apoiará o governador eleito do Estado de São Paulo, João Doria, do PSDB. Segundo ela, o PSL mostrará independência. “”Independência não significa ser contra. Significa você ter autonomia de analisar os projetos”, concluiu.

*Com informações de Estadão Conteúdo