‘Não vi intenção de ameaça’, diz presidente do STJ sobre fala de Eduardo Bolsonaro

  • Por Jovem Pan
  • 22/10/2018 16h11
Valter Campanato/Agência BrasilJoão Otávio de Noronha, presidente do Supremo Tribunal Federal (STJ)

João Otávio de Noronha, presidente do Supremo Tribunal Federal (STJ), disse nesta segunda-feira (22) que não vê ameaça nas declarações feitas por Eduardo Bolsonaro sobre suposto fechamento do Supremo Tribunal Federal (STF).

“Nitidamente não vi nenhuma intenção de ameaça. Estão exagerando na dimensão do que ele falou. Ele respondeu a uma pergunta: ‘e se o Supremo não deixar alguém legitimamente eleito assumir?’ O Supremo não faria isso”, disse, afirmando que se tratou apenas de “imaturidade”. “Não é um deputado, porque o pai foi militar, que vai criar um ambiente de golpe no país. Quem cria um ambiente de golpe é a fraqueza das instituições, e essas estão fortes. E temos que mantê-las assim”.

Para Noronha, parte da sociedade está “superdimensionando” uma declaração que foi feita antes do primeiro turno das eleições. “O Brasil não corre nenhum risco de ter a sua democracia arranhada, nenhum risco. E pouco importa quem seja o presidente eleito”.

*Com informações da Agência Brasil