MST é terrorista e a Reforma Agrária está obsoleta, diz futuro secretário de Doria

  • Por Jovem Pan
  • 08/11/2018 16h50
Reprodução Facebook"O programa de reforma agrária é um programa do século 19 e nós temos no Brasil uma agricultura do século 21" disse Junqueira

Recém indicado para o cargo de secretário da Agricultura no futuro governo de João Doria (PSDB), o produtor rural Gustavo Junqueira já disparou contra o Movimento Sem Terra.

Em uma entrevista coletiva nesta quinta-feira (8), ele afirmou que o movimento é terrorista e uma das suas principais bandeiras, a reforma agrária, está obsoleta. “É uma organização terrorista. Não sou partidário de que devemos aliviar, eu mesmo tive contraponto com o Geraldo Alckmin quando ele fez essa aproximação”, disse.

“O programa de reforma agrária é um do século 19 e nós temos no Brasil uma agricultura do século 21. Acho que isso não deveria ser uma preocupação dos pequenos produtores”, disse. Junqueira reconhece que parte relevante da produção agrícola paulista vem de pequenos produtores e acredita que o governo estadual deve “levar tecnologia para o campo” de maneira sustentável. Entretanto, para ele, o grande desafio da pasta será ajudar os produtores rurais e o agronegócio.

Junqueira é um nome conhecido entre ruralistas e também do MST. Entre 2014 e 2017, o produtor foi presidente da Sociedade Rural Brasileira. Agora, afirmou que “as leis precisam ser respeitadas. Nenhuma propriedade privada pode ser invadida e o governo do Estado vai impedir que esses abusos ocorram.”