Sete presidenciáveis mais o Cabo Daciolo: Morning Show analisa o debate ‘morno’

  • Por Jovem Pan
  • 10/08/2018 10h28
NILTON FUKUDA/ESTADÃO CONTEÚDODestaque do evento foi a sua 'chochice', brincou Caio Rocha

A Band realizou na noite de quinta-feira (9) o primeiro debate presidencial na TV das eleições de 2018. Mediados por Ricardo Boechat, participaram oito presidenciáveis: Álvaro Dias (Podemos), Cabo Daciolo (Patriotas), Ciro Gomes (PDT), Henrique Meirelles (MDB), Jair Bolsonaro (PSL), Geraldo Alckmin (PSDB), Guilherme Boulos (PSOL) e Marina Silva (Rede). Ou melhor, sete candidatos mais o Cabo Daciolo, segundo os integrantes do Morning Show.

“O destaque foi a ‘chochice’. Foram sete candidatos mais o Cabo Daciolo que falou, falou e não disse nada. Só citou nome de Jesus Cristo. O debate não teve o que um debate tem como função principal, candidatos expondo ideias e propostas de governo e dizendo como pretendem cumprir isso. Não teve. Nem ataques! Não estou falando de violência, mas ataques. Sabatina. Não teve o que a gente esperava. Foi muito genérico”, disse Caio Rocha.

“Daciolo saiu ganhando! Ninguém sabia quem ele era, agora ele pelo menos ficou conhecido como ‘malucão’. Toda eleição tem um maluco (risos). Mas claro que nunca vai vencer eleição nenhuma. Acho que alguns falaram mais, mostraram que tem mais propostas que outros. Ninguém foi muito detalhado. Até porque não é a hora, a população não quer ouvir números, quer conhecer a personalidade de cada candidato, ver como eles se comportam”, completou Joel Pinheiro da Fonseca.

Veja aqui a íntegra da discussão: