Termina o depoimento de Lula a Moro em Curitiba

  • Por Estadão Conteúdo
  • 13/09/2017 16h50
PR - LAVA JATO/LULA/DEPOIMENTO - ECONOMIA - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na chegada à Justiça Federal, em Curitiba (PR), para ser interrogado pelo juiz federal Sérgio Moro, nos processos da Operação Lava Jato, sobre acerto de R$ 12 milhões de propinas da Odebrecht em benefício próprio. Ele foi ovacionado e escoltado por militantes e lideranças petistas. Cerca de 300 apoiadores estão nos pontos de bloqueio feitos pela Polícia Militar, nas ruas próximas ao prédio da Justiça. Lula chegou de carro, desceu para abraçar e cumprimentar os manifestantes, e voltou para o veículo. Aplaudido, ele passou por um corredor de petistas e policiais até a entrada da Justiça que só pode ser acessada por quem tem audiências marcadas ou trabalha no local. 15/03/2017 - Foto: WERTHER SANTANA/ESTADÃO CONTEÚDO

O ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva encarou, nesta quarta-feira, 13, pela segunda vez, o juiz federal da Lava Jato, Sérgio Moro. Após depor por cerca de 2h30 em Curitiba, Lula segue para o ato em solidariedade a ele na Praça Generoso Marques, também na capital paranaense.

O depoimento faz parte da ação penal em que Lula é acusado de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. A suspeita é que o ex-presidente tenha recebido recursos da Odebrecht para a compra de um terreno destinado a abrigar a sede do Instituto Lula em São Paulo e de um apartamento vizinho ao do petista em São Bernardo do Campo.

Em maio, Lula esteve pela primeira vez frente a frente com Moro para prestar depoimento no caso do triplex do Guarujá.

O petista já foi condenado naquela ação, em primeira instância, a 9 anos e 6 meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Não há previsão de data para o julgamento, que vai ocorrer no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), em Porto Alegre.