Principais notícias internacionais de dezembro de 2014

  • Por Agencia EFE
  • 23/12/2014 18h09

Dia 1.

– O ex-primeiro-ministro polonês, Donald Tusk, assume a presidência do Conselho Europeu.

Dia 2.

– O exército do Líbano detém uma das esposas e um dos filhos do líder do Estado Islâmico.

Dia 3.

– Libertados os três líderes do Occupy Central, os protestos em Hong Kong, uma hora após se entregarem.

Dia 5.

– Morre a rainha Fabiola da Bélgica.

Dia 6.

– Detido e expulso do Partido Comunista chinês o ex-ministro de Segurança, Zhou Yongkang, acusado de corrupção.

Dia 8.

– O Eurogrupo concorda em prorrogar por dois meses o resgate à Grécia.

Dia 9.

– Um relatório do Senado dos Estados Unidos revela interrogatórios “mais brutais” do que foi inicialmente admitido pela CIA.

Dia 10.

– Charlene de Mônaco dá à luz a gêmeos, uma menina e um menino, Jaime, proclamado herdeiro no dia seguinte.

Dia 11.

– Mais de 200 detidos após o despejo do acampamento foco dos protestos em Hong Kong.

Dia 12.

– Primeira greve geral na Itália durante o governo de Mateo Renzi.

– Serra Leoa proíbe as celebrações públicas de Natal e Ano Novo para conter o ebola.

Dia 13.

– A Academia Europeia do Cinema premia o filme “Ida” como Melhor Filme Europeu de 2014, e seu realizador, o polonês Pawel Pawlikowski, como melhor diretor.

– O Senado aprova o orçamento do governo dos EUA para 2015.

Dia 14.

– Detidos na Turquia vários jornalistas, entre eles Ekrem Dumanli, diretor do jornal “Zaman”, simpático ao movimento opositor Gülen.

– O primeiro-ministro japonês, Shizo Abe, é reeleito com maioria absoluta.

Dia 15.

– Um refugiado mulçumano invade um café em Sydney, na Austrália, e mantém clientes e funcionários reféns. Três pessoas, o agressor e dois reféns, morrem na ação de resgata.

Dia 16.

– Atentado talibã em um colégio em Peshawar, no Paquistão, deixa 132 crianças mortas.

Dia 17.

– O presidente dos EUA, Barack Obama, anuncia o começo do processo de normalização das relações com Cuba.

Dia 18.

– Os EUA responsabilizam a Coreia do Norte pelo ataque cibernético contra a empresa Sony Pictures Entertainment.

Dia 22.

– A Tunísia realiza o segundo turno das eleições presidenciais, com uma possível vitória do candidato laico Beji Caid Essebsi.

Dia 23

– Morre o cantor britânico Joe Cocker, de câncer no pulmão, aos 70 anos. EFE