Propaganda de marca de chester é acusada de racismo na web; entenda

  • Por Jovem Pan
  • 27/11/2018 16h20
ReproduçãoMuitos consideraram o comercial um esteriótipo

Uma tradicional marca de alimentos frigoríficos tem causado polêmica nas redes sociais nesta semana. Tudo por conta de um comercial recém-lançado para divulgar uma ação de sua linha de produtos natalinos.

A propaganda explica que, na compra de um chester, a empresa doa outro para uma família que precisa. Acontece que, no comercial, a família que compra o produto é majoritariamente branca, e a que recebe a doação é majoritariamente negra – o que muitos internautas consideraram um esteriótipo.

“E a família branca novamente salva o Natal da pobre família negra que não pode comprar um chester. Não venham com aquele papo de ‘coincidência’ ou ‘nós não enxergamos cor’, porque se fosse assim, teríamos mais famílias negras retratadas ajudando pobres famílias brancas por aí. Mas é isso, Brasil: país onde 98% da população não se acha racista, 99% conhece alguém racista e dessa forma todo mundo tem permissão pra continuar sendo”, escreveu uma internauta como comentário do YouTube.

“Aqui na minha casa não vai ter mais nada da marca, sabe porquê? Porque eu não quero! Aqui em casa não vai entrar marca racista! Reflitam! Essa propaganda está o ó. Nem vem dizer que tem branco e preto nas duas famílias não, que essa não cola tá. Dá tempo de refazer hein”, completou outra.

Alguns usuários das redes, no entanto, não viram problema na peça. “Ué, mas tem pessoas brancas e negras em ambas as famílias, qual o problema?”, questionaram.

Confira aqui a repercussão: