Reforma nos terminais um e dois no aeroporto de Guarulhos deve durar dois anos

  • Por Jovem Pan
  • 22/09/2014 16h31
SÃO PAULO, SP, BRASIL, 20-02-2014: Obras no Terminal 3 do Aeroporto Internacional de Guarulhos, no bairro de Cumbica, em Guarulhos (SP). (Foto: Danilo Verpa/Folhapress, COTIDIANO)Reformas em Cumbica devem durar dois anos

A reforma dos terminais um e dois do Aeroporto Internacional de Guarulhos começa em outubro e irá durar cerca de dois anos. Haverá intervenções nos saguões de embarque e desembarque, além de uma nova área de raio x, check-in e reestituição de bagagem. De acordo com o ministro da aviação civil, Moreira Franco, o padrão do terminal três, destinado atualmente para voos internacionais, será igual em todo o aeroporto.

“Achamos necessário e a própria concessionária viu da necessidade de trazer o programa de melhorias, de reformulação dos terminais um e dois, que são aqueles que, majoritariamente, servem aos voos domésticos para que os brasileiros também tivessem a mesma qualidade de serviço para aqueles que fazem voos internacionais têm”, disse o ministro.

Moreira Franco falou ainda que as praças de alimentação do aeroporto terão mais fornecedores para aumentar a concorrência, melhorando a qualidade e também diminuindo os preços.

O presidente da GRU Airport, Antonio Miguel Marques, afirmou que haverá interdições momentâneas no aeroporto, mas as operações não serão interrompidas. “Olha, durante as obras a gente prevê que teremos que fechar algumas áreas do aeroporto, os serviços não serão interrompidos, eles serão substituídos. Mas algumas áreas do aeroporto ficarão interditadas para os passageiros. A maioria delas, hoje, elas não são utilizadas. Agora, quando nós formos fazer obras de modernização do saguão, de iluminação, isso vai ter que fechar por áreas, por parte, se fazer a obra se liberar e aí vai para a parte seguinte pra se fazer”, explicou.

A modernização dos terminais um e dois de Guarulhos vai custar cerca de R$ 200 milhões e, após a reforma, a capacidade de ambos será de 25 milhões de passageiros por ano.