Volkswagen afasta mais de 900 funcionários em SP e Paraná

  • Por Jovem Pan
  • 25/04/2014 09h26
Volkswagen anuncia corte de todos os trabalhadores temporários no mundo

A Volkswagen anunciou que afastará cerca de 900 colaboradores de sua fábrica de São Bernardo do Campo, em São Paulo, além de outros na sua filial em São José dos Pinhais (PR). De acordo com o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, o programa de “lay off” começa em 5 de maio e terá duração de até cinco meses. Atualmente, a fábrica da marca em São Bernardo do Campo emprega cerca de 12 mil trabalhadores.

Questionada sobre o assunto, a VW afirmou que “a exemplo de outras montadoras no país, está fazendo uso de ferramentas de flexibilização, previstas nos contratos estabelecidos entre a empresa e os Sindicatos de Trabalhadores, para adequar-se à demanda atual do mercado.”

O afastamento se deve à queda na vendas de veículos novos e recuo das exportações. Durante esse período, cerca de 1.300 reais do salário de cada funcionário envolvido serão pago com recursos do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) e o restante será mantido pela Volkswagen.

Em nota emitida nesta quinta-feira, a Volkswagen afirmou que mantém seu plano de investimentos da ordem de 10 bilhões até 2018. O Sindicato destacou que a Volkswagen tem, desde 2012, um acordo de estabilidade dos funcionários da unidade no ABC, válido até 2017.