Augusto Nunes: Mendes não merece ser ministro por excesso de despreparo ou de cinismo

  • Por Jovem Pan
  • 30/11/2018 10h08
Rosinei Coutinho/SCO/STFDecidido a justificar o indulto de Natal, o ministro enriqueceu o capítulo brasileiro da história universal da infâmia

Na sessão do STF desta quinta-feira (29), Gilmar Mendes caprichou na pose de juiz dos juízes para tratar os brasileiros sem toga como um bando de idiotas. Decidido a justificar o indulto de Natal, o ministro enriqueceu o capítulo brasileiro da história universal da infâmia com um palavrório que deixaria ruborizado até chicaneiros patológicos. Ele tentou contestar o levantamento da força-tarefa da Lava Jato sobre perdões a 22 condenados.

Confira o comentário completo de Augusto Nunes: