Augusto Nunes: Para o PT, a culpa é sempre dos outros

  • Por Jovem Pan
  • 04/12/2018 08h19
Ricardo StuckertSe a seita que tem em Lula se único Deus nunca soube ganhar, é claro que jamais aprenderia a perder, como atestam as discurseiras: a culpa é dos outros

No tempo em que o PT vencia eleições, o mundo descobria que surgira no Brasil a única torcida do mundo que além de não saber perder, também não sabia ganhar. Em vez de festejar a própria vitória, a companheirada preferia celebrar a derrota dos outros. Em vez de juntar-se aos que também haviam votado no vencedor, o integrante do rebanho preferia vagar pela internet à caça dos que optaram pelo adversário. Nas eleições presidenciais de 2002, 2006, 2010e 2014, a festa da vitória foi substituída pela vitória do ressentimento. Se a seita que tem em Lula se único Deus nunca soube ganhar, é claro que jamais aprenderia a perder, como atestam as discurseiras: a culpa é dos outros.

Confira o comentário completo de Augusto Nunes: