Andreazza: Bolsonarismo cria crise, ataca instituições e se faz de vítima

  • Por Jovem Pan
  • 20/05/2019 09h51
Reprodução/FlickrMe refiro à manifestação pró-Governo convocada pelo bolsonarismo, pelos filhos do presidente e com aval dele, para o dia 26 de maio

Vem aí mais uma longa e difícil semana. Mais uma em que se forja crise. Me refiro à manifestação pró-Governo convocada pelo bolsonarismo, pelos filhos do presidente e com aval dele, para o dia 26 de maio, contra o Congresso e a atividade política.

O bolsonarismo criou uma crise, forjou uma crise, atacou as instituições e depois se fez de vítima e apoia manifestação que tem como adversário o enredo criado pelo bolsonarismo. É um tiro no pé. É mais um ataque ao Congresso do qual o Governo precisa para aprovar a reforma da Previdência e tantas outras.

O parlamento é poder independente e tem sua agenda própria. Se há uma agenda virtuosa do Governo, o que se espera é que o Governo convide o Congresso.

O Governo parece depender de um clima de forja permanente de crises. Difícil imaginar em como investe em esticar a corda tão prematuramente.

Onde isso vai parar? O que se quer cobrar com isso? Emparedar as instituições e o Congresso em troca de que? O bolsonarismo não tem compromisso com a reforma, é investimento no caos e na crise.

Confira o comentário completo de Carlos Andreazza: