Carlos Andreazza: As milícias no RJ estão no poder

  • Por Jovem Pan
  • 15/04/2019 10h08
Tânia Rêgo/Agência BrasilO que aconteceu na Muzema é expressão de fato cotidiano do RJ

As milícias são o maior mal entre os muitos males do Rio de Janeiro hoje. Isso não é novidade faz tempo. Faz tempo também que a atividade das milícias não se restringe mais ao domínio territorial para algum grau de segurança à comunidade e serviços.

Isso é coisa do passado. Há muito tempo, com farta documentação e denúncia da imprensa, a principal atividade comercial das milícias no RJ é o empreendimento imobiliário, disputa por terreno, guerra pelo controle de áreas não exploradas e construções ilegais de casas e prédios.

O que aconteceu na Muzema é expressão de fato cotidiano do RJ. Fazem o que querem, como querem e onde querem. Não se ergue um prédio como o que cai sem que o poder público saiba.

E é incrível a covardia de governantes que preferem se assumir fracos incapazes de entrar em áreas com medo de milícia para não evidenciar sua incompetência.

Confira o comentário completo de Carlos Andreazza: