Carlos Andreazza: Bolsonaro e Haddad avançam, mas rejeições também

  • Por Jovem Pan
  • 20/09/2018 11h02
Montagem/Agência BrasilUm pede voto contra a ameaça lulopetista, outro contra a ameaça bolsonarista

Vou resumir a história: Geraldo Alckmin não cresce, cai. Ciro Gomes travou, logo cairá. Marina teria caído, se tivesse existido. Jair Bolsonaro, porém, cresce. Fernando Haddad cresce. Os dois polarizam. Um pede voto contra a ameaça lulopetista, outro contra a ameaça bolsonarista. Avançam também as rejeições. O alarme soa. Há perigo. Então, claro, Bolsonaro e Haddad crescem mais e mais.

Confira o comentário completo de Carlos Andreazza: