Carlos Andreazza: Procurador deveria se afastar de todas as investigações do caso Coaf

  • Por Jovem Pan
  • 06/02/2019 10h11
Reprodução/SBTMais sensato seria ele se afastar de todas as investigações do caso Coaf, pelo risco de os casos se cruzarem com o de Flávio Bolsonaro

Finalmente o procurador Claudio Calo decidiu declarar suspeição para tratar do caso Flávio Bolsonaro-Fabrício Queiroz. Ele possui relações com a família Bolsonaro e é desnecessário que ele esteja em caso envolvendo o político. Tanto melhor assim. Mas ele permanece em outros casos divulgados pelo Coaf. Mais sensato seria ele se afastar de todas as investigações do caso Coaf, pelo risco de os casos se cruzarem com o de Flávio Bolsonaro.

Confira o comentário completo de Carlos Andreazza: