Carlos Andreazza: Supor que conflito envolvendo Guedes na CCJ atrapalha reforma é balela

  • Por Jovem Pan
  • 05/04/2019 07h37
Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência BrasilO ministro foi muito bem na Comissão, defendeu a reforma, desmontou argumentos falaciosos da oposição

Queria voltar à visita de Paulo Guedes à CCJ da Câmara. A repercussão é muito grande, como se conflagração pudesse ter impacto no futuro da reforma da Previdência, mas é evidente que não.

O ministro foi muito bem na Comissão, defendeu a reforma, desmontou argumentos falaciosos da oposição. Acabou ali. O conflito foi com a esquerda. Esses são os votos contra que a reforma já tem.

Guedes não foi ali para conquistar esse povo, mas para esclarecer seu projeto. Ninguém do Centrão ou dos partidos dispostos a votar a favor do projeto se mobilizou para o texto em torno do que ocorreu ali.

Se não fosse Paulo Guedes com sua capacidade de reação e frieza, se fosse um ministro da Economia fraco como o da Educação, como teria sido? Serve de gatilho para que o PSL vá ao ataque em defesa da reforma da Previdência.

Confira o comentário completo de Carlos Andreazza: