Denise Campos de Toledo: Paulo Guedes é o destaque brasileiro em Davos

  • Por Jovem Pan
  • 24/01/2019 09h26
Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência BrasilPaulo Guedes, em várias reuniões paralelas, deu duas indicações muito positivas

Paulo Guedes empolga o mercado financeiro ao dar mais sinais do que o governo pretende fazer para reduzir o déficit nas contas públicas e ampliar a competitividade. O ministro da Economia antecipou que cogita reduzir o imposto de renda das empresas de 34 para apenas 15%.

Ele também apontou que a proposta de reforma da Previdência pode gerar um corte de gastos de R$ 1,3 trilhão em 10 anos. Em reação às falas do ministro, o dólar caiu para R$ 3,76, e a bolsa de São Paulo voltou a bater recorde.

“O ministro foi o destaque positivo em Davos. O mercado viu de forma meio nebulosa a participação de Jair Bolsonaro em seu discurso curto e também depois de ter cancelado uma entrevista coletiva. Mas Paulo Guedes, em várias reuniões paralelas, deu duas indicações muito positivas. A primeira é o compromisso com o ajuste fiscal, e de outro lado a preocupação em reduzir a carga tributária sobre os investimentos para os empresários”, diz Denise Campos de Toledo.

Confira o comentário completo: