Denise: Debate de estados e municípios na Previdência deve ir além da condição política

  • Por Jovem Pan
  • 16/07/2019 09h22
Reprodução/FacebookA presidente da CCJ, Simone Tebet, avaliou que o Senado deve demorar 60 dias para aprovar a reforma da Previdência

Simone Tebet diz que Senado deve levar cerca de dois meses para votar a reforma da Previdência. A presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) avalia que é muito otimismo achar que a Casa vai aprovar o texto em 45 dias, como afirmou o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni.

“É mais importante que se tenha primeiro a preservação de tudo o que foi aprovado até agora. Já houve mudanças que reduziram a economia prevista nos próximos 10 anos. Agora, a questão dos estados e municípios talvez devesse ter uma discussão que vai além da condição política, privilegiar os governadores, facilitar a vida deles. Os estados estão em uma situação muito precária do ponto de vista financeiro, a conta acaba chegando quase sempre no Tesouro e, consequentemente, comprometendo mais toda a atividade econômica. Vemos o setor público sem condição de estimular, de fato, a atividade econômica, garantir um crescimento maior da economia. Vemos vários estados tentando focar na diminuição do setor público e buscando mais parcerias com o setor privado, seja através de concessões ou privatizações. Mas nós temos um desequilíbrio fiscal que acaba comprometendo todo o ajuste que se espera com a reforma da Previdência.”