É preciso respeitar a individualização da pena de cada réu

  • Por Jovem Pan
  • 22/03/2018 10h42
FreeimagesEles dizem ainda que a sentença não pode ser diferente para cada réu. Mas a sentença deve ser diferente a cada réu. É o princípio sagrado da individualização da pena

O importante no debate que está nas ruas é que a nação está despertando para as questões fundamentais da vida, que é a cidadania e a forma como um país deve se conduzir. Pena que, às vezes, ao construírem suas teses, as pessoas se enganam. Hoje o Vem Pra Rua publica página com imagem de Cármen Lúcia e coloca três conceitos pressionando a presidente do STF. Eles dizem ainda que a sentença não pode ser diferente para cada réu. Mas a sentença deve ser diferente a cada réu. É o princípio sagrado da individualização da pena.

Confira o comentário completo de Joseval Peixoto: